terça-feira, 28 de abril de 2009

Da enxada ao céu

No dia 15 de janeiro de 1929, o astrônomo americano Vesto Slipher, diretor do Observatório Lowell, em Flagstaff, Estados Unidos, foi à estação da cidade receber um jovem que gostava de observar as estrelas. Nome: Clyde Tombaugh. Aos 22 anos, filho de agricultores pobres, ele não tinha esperança de um dia chegar à universidade. Mas era obstinado. Entrou em contato com Slipher para pedir emprego no observatório, dizendo que estava disposto a fazer qualquer coisa para aprender com os profissionais. Admirado, o diretor aceitou a proposta. Encarregou o jovem esforçado das tarefas mais simples, como cuidar do aquecimento, tirar neve da cúpula que protege os telescópios ou acompanhar visitantes do observatório.
Feito isso, podia usar os instrumentos para adquirir o treinamento básico. Um ano e um mês depois de chegar a Flagstaff, Tombaugh descobriu Plutão, que viria a ser na época o nono planeta do sistema solar, transformando-se numa celebridade mundial.

Fonte: Revista Superinteressante

2 comentários:

DVM - Delphi Virtual Machine disse...

Pois é...
Como a elite não gosta de capinadores...rebaixaram Plutão. Não é mais planeta...

Luiz Daniel Picco disse...

Ou eles rebaixavam Plutão ou ia ter que aumentar a lista de planetas no nosso sistema pois existem mais planetas anões depois de Plutão.

Um abraço