quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Lucy no deserto

O caçador de fósseis Donald Johanson descobriu sem querer o esqueleto de um dos mais antigos ancestrais do homem. Na manhã do dia 30 de novembro de 1974, ele caminhava com um colega pelo campo de Hadar, no meio do deserto de Afar, a 180 quilômetros da capital da Etiópia, Adis Abeba. O pesquisador topou com um pequeno osso, e ao contrário do seu colega, achou que pertencia a um hominídeo.
Poucos metros à frente, encontrou outro osso, e depois mais outro. Os ossos estavam bem à vista, mas só Johanson os viu. À tarde, todos os membros da expedição procuravam ossos. Encontraram 40% de um esqueleto. A canção dos Beatles "Lucy in the Sky with Diamonds" tocava em um gravador. O esqueleto foi batizado: era Lucy, uma fêmea da espécie Australopitecus afarensis, que viveu na África há 3,5 milhões de anos.

Fonte: Revista Superinteressante

Nenhum comentário: