sexta-feira, 22 de abril de 2011

Acoplador de antena - Conclusão [Teste]

Desde a semana passada venho fazendo testes com o acoplador e pelos resultados que tive nas recepções feitas com meu rádio Sony mod. ICF-F12S fiquei bastante entusiasmado. Eu sempre soube, em teoria, da influência que o descasamento das impedâncias entre o rádio e a antena teria nas recepções, mas na prática não sabia da grande diferença que poderia ocorrer, por isso fiquei também muito surpreso. Quero dizer também que não usei um terra no acoplador por não ter uma aste e/ou cano de ferro aterrado para ligar, usei somente a ligação do terra no rádio.
Abaixo uma imagem da disposição dos equipamentos.



Usei um varal de uns 25 metros como antena e um fio de uns 3 metros para a interligação. Pode ser visto melhor na imagem abaixo.



Fiz também uns testes dentro de um quarto com o fio de 3 metros conectado a um trilho de cortina.


Observações:

- Notei que a maioria das derivações, da 24º em diante, não tem muita influência, talvez seja pela banda de frequências que testei (5,9 - 18MHz), de acordo com as informações do texto original, o acoplador cobre a faixa de 500 a 6.800kHz, note que testei numa faixa bem superior;
- Com o terra do rádio desconectado, fica um ruído razoável até uns 10MHz, e entre 14 a 18MHz o sinal das emissoras ficam um pouco mais fraco;
- Em alguns casos raros, o movimento das mãos nas proximidades da bobina afeta um pouco na recepção, mas nada de grave.


Veja alguns vídeos que fiz durante os testes.



Funcionamento - Vídeo 01



Funcionamento - Vídeo 02



Funcionamento - Vídeo 03


Esses vídeos foram feitos dentro do quarto usando o trilho da cortina como antena.


Agora as diferenças da ligação direta da antena e depois passando pelo acoplador. O primeiro vídeo foi feito também dentro do quarto, os outros dois com o varal.


Diferença - Vídeo 01



Diferença - Vídeo 02



Diferença - Vídeo 03



A diferença da ligação do terra do rádio.





E a antena dentro do quarto. E mais curioso é que onde moro, em Santo André, não consigo fazer nenhum tipo de recepção e no interior de SP onde fiz esses vídeos, dentro do quarto, a recepção é muito boa.



Esse mostra como sinais fortes têm pouca influência do acoplador.




Conclusão

De um modo geral, o funcionamento do acoplador foi muito satisfatório, em alguns casos parece até ser um amplificador de sinais, como pode ser observado nos vídeos das diferenças de ligação direta da antena e depois passando pelo acoplador. Devem-se levar em conta, também a região, as condições de propagação e os horários, que podem influenciar na recepção, também não consegui uma boa conexão de terra para ligar junto do conector da antena, isso só vou testar quando estiver na casa onde vou morar.
Qualquer dúvida, deixe um comentário

2 comentários:

Anônimo disse...

Luiz, maravilha vc morar numa casa, eu só tenho o luxo de ter um terra razoável quando vou a praia. Muito bom mesmo. Milton-Ctba/PR

Picco disse...

Milton,

Nos últimos 13 anos eu tive a experiência de morar em apto, antes disso somente em casa desde nascido. É muito difícil mudar a rotina e a liberdade que tem de morar em uma casa para um apto.

Um abraço