sexta-feira, 4 de maio de 2012

Sonda espacial vai procurar vida em luas de Júpiter


A sonda Juice entrará na órbita de Ganimedes, onde estudará a superfície gelada e a estrutura interna dessa lua, incluindo o seu oceano subsuperficial.


Explorador de luas geladas

A Agência Espacial Europeia (ESA) anunciou sua próxima grande missão de exploração - uma missão em busca de sinais de vida nas luas de Júpiter. Será a sonda espacial JUICE (Jupiter Icy moons Explorer: explorador da luas geladas de Júpiter), que irá estudar em detalhes pela primeira vez as luas mais interessantes de Júpiter. A sonda venceu dois candidatos, o NGO, um observatório para procurar ondas gravitacionais, e ATHENA, um telescópio avançado para astrofísica de altas energias. A sonda Juice será primeira missão do programa da ESA Visão Cósmica 2015-2025. A sonda Juice fará em Júpiter um trabalho semelhante ao que a sonda Cassini está fazendo em Saturno - com a grande diferença que as luas de Júpiter vêm sendo apontadas há anos como os locais mais prováveis para se encontrar vida no Sistema Solar fora da Terra.
A maior parte da exploração de Júpiter foi feita pela sonda Galileo, que, em 1995, se tornou o primeiro artefato humano a orbitar o planeta, e que se chocou contra Júpiter em 2003.

Vida nas luas de Júpiter

As quatro luas galileanas de Júpiter - a vulcânica Io, Europa, gelada mas com possibilidade de ter um oceano líquido, e as rochosas e geladas Ganimedes e Calisto - fazem do planeta um sistema solar em miniatura. Como se acredita que Ganimedes, Calisto e Europa escondam oceanos abaixo de suas superfícies, a missão JUICE irá estudar estas luas como potenciais habitats para a vida. Ela também vai ajudar a responder a duas perguntas fundamentais do programa Visão Cósmica: quais são as condições para a formação dos planetas e para o surgimento da vida em sua superfície, e como funciona o Sistema Solar? O explorador JUICE irá observar continuamente a atmosfera e a magnetosfera de Júpiter e a interação das luas com o gigantesco planeta gasoso. A sonda também irá visitar Calisto, o objeto com mais crateras do Sistema Solar, e sobrevoar duas vezes a lua Europa. Serão então realizadas as primeiras medidas da espessura da crosta gelada de Europa, identificando possíveis locais para futuras explorações robóticas. Finalmente, em 2032, a sonda Juice entrará na órbita de Ganimedes, onde estudará a superfície gelada e a estrutura interna dessa lua, incluindo o seu oceano subsuperficial. Ganimedes é a única lua do Sistema Solar capaz de gerar o seu próprio campo magnético e a sonda Juice irá observar em detalhe as singulares interações magnéticas e de plasma entre esta lua e a magnetosfera de Júpiter.

Arquétipo planetário

"Júpiter é o arquétipo dos planetas gigantes do Sistema Solar e de muitos planetas gigantes que têm sido descobertos ao redor de outras estrelas," disse o professor Álvaro Giménez Cañete, diretor do programa de Ciência e Exploração Robótica da ESA. "A missão JUICE vai nos ajudar a compreender como é que os planetas gigantes gasosos e as suas luas se formam, e qual é o potencial destes planetas para abrigar vida," completou. A sonda espacial será lançada em 2022 do aeroporto espacial europeu em Kourou, na Guiana Francesa, em um foguete Ariane 5, e chegará a Júpiter em 2030, onde passará pelo menos três anos fazendo observações detalhadas.

Visão Cósmica

O anúncio de hoje marca o fim de um processo iniciado em 2004, quando a ESA consultou a comunidade científica para definir as metas europeias de exploração espacial para a próxima década. O resultado foi o programa Visão Cósmica 2015-2025 com quatro objetivos científicos.

Quais são as condições para a formação dos planetas e para o desenvolvimento da vida?
Como funciona o Sistema Solar?
Quais são as leis fundamentais do Universo?
Como é que o Universo começou e do que ele é feito?
Em 2007, foi aberto um concurso para missões com estes objetivos, sendo selecionadas algumas missões de grande escala.

Depois de novas rodadas de seleção, sobraram JUICE, NGO e ATHENA. "Foi muito difícil escolher uma missão entre estes três excelentes projetos. Qualquer uma destas missões produziria ciência de classe mundial," disse o professor Giménez Cañete. "Mas a missão JUICE é o passo necessário para a futura exploração do Sistema Solar exterior." Os projetos tecnológicos das missões NGO e ATHENA irão continuar, permitindo que as missões possam ser candidatas em concursos futuros. Em 2013 haverá uma segunda rodada de concursos.

Fonte: Inovação Tecnológica

Nenhum comentário: