quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Carga Ativa - Modificações

Depois de uma troca de mensagens com o Marcos Zampero (PY2TKI) no grupo QRP-BR foi sugerido algumas modificações no esquema da carga ativa a fim de obter um melhor funcionamento.

Modificações

 - Adição de alguns capacitores para evitar algum tipo de espúrio e/ou ruído;
 - Substituição do resistor R1 e do potenciômetro P1 para que a carga atue desde o início do cursor, com os valores anteriores a carga só começava a atuar quando o cursor do potenciômetro estava em aproximadamente 10hs;
 - Retirada dos resistores das bases de Q2, Q3, Q4 e Q5;
 - Alimentação do coletor de Q1 junto com a tensão do potenciômetro e com os ventiladores para permitir que a carga possa ser usada em fontes com outras tensões.

Abaixo segue o esquema já modificado.



Nos pontos que adicionei os capacitores não tinha um terra próximo então usei uns pedaços de malha para levar o terra até os capacitores, nas fotos abaixo é possível ver o resultado.





Para finalizar eu gostaria de agradecer o Marcos Zampero pelas dicas e dizer que a modificação teve ótimos resultados, para quem quiser montar sua carga ativa deve caprichar no dissipador de calor e nas ligações de saída da carga, eu usei fio 6mm² na conexão e não aconselho usar fio de menor bitola.

12 comentários:

hector disse...

Boa tarde Picco. poderia me fornecer a PCI pra fazer uma pra 30 Amps.
Me e-mail JUDESA@PROVESUL.COM.BR, sou hobbista e medico aposentado que brinca com eletronica.
Hector

Picco disse...

Hector,

Obrigado pela visita.

Infelizmente não tenho o desenho da pci pois fiz o desenho diretamente na placa, como é um desenho simples acredito que você não terá problemas.

Um abraço

Sidnei Berti disse...

Boa tarde,

Essa carga suporta tensão de teste de até quantos volts? Qual a Potência suportada? Obrigado.

Sidnei
12 98129.2781 (Whatsapp)

Picco disse...

Sidnei,

Boa tarde.

A tensão máxima fica em 140V, com essa tensão a corrente máxima por transistor ficaria abaixo de 1A limitando a 560W, mas como eu uso para tensões abaixo de 20V então posso extrair 5A de cada transistor ficando com uma potência de 400W.

Um abraço

leonardo hart disse...

Bom dia Picco, estou montando uma jiga de teste com essa carga porém surgiram algumas dúvidas:

1ª - só tenho em mãos um pot de 470r posso usá-lo ou tem que ser o de 500r mesmo?
2ª - todos os terras estão em comum ou são terras separados (capacitores de filtro e pot)
3ª - qual a corrente necessária para fonte de 12V que alimenta o circuito?
4ª - eu consigo testar um fonte 24V/10A variando a corrente drenada de 1A até 10A?

Att.:

Leonardo Hart



Picco disse...

Leonardo,

Respondendo suas dúvidas:

1 - Sim, pode usar o valor de 470R sem problemas.
2 - Todos os terras são interligados, tanto da carga como da fonte que vai alimentá-la.
3 - Essa corrente vai depender de quantos transistores você vai usar na carga, no caso do esquema que montei essa corrente é baixa, em torno de 200 a 300mA, mas é bom sempre deixar uma folga.
4 - Sim consegue testar 24V/10A usando quatro transistores desse, a tensão que ele suporta chega até 140V, mas como a potência dele é de 150W a corrente deve ser mais baixa nesse caso.

Um abraço

leonardo hart disse...

Boa tarde Picco,

Finalizei a montagem porém a carga não esta puxando corrente da fonte, fiz algumas medidas e percebi que não há tensão sobre os resistores de potência e nenhum dos transistores esquenta, você tem alguma ideia do que pode ser?

Att.:
Leonardo

Picco disse...

Leonardo,

Olá.

Ele começa a drenar uma corrente considerável quando o cursor do potenciômetro está quase na metade, você girou o cursor até o final?
Verificou a tensão de base e de emissor de Q1 para ver se a tensão varia enquanto gira o pot.? Você usou os mesmos transistores do esquema? Por acaso o 2N3773 é aquele da Toshiba escrito em vermelho?

Um abraço

leonardo hart disse...

Olá Picco,

Eu girei o pot e a corrente fica em zero, fiz a medida entre base e emissor e a tensão é de 150mV variando o pot a tensão continua a mesma. Não, os que eu estou usando são da ST.

Att,

Leonardo

Picco disse...

Leonardo,

As medidas devem ser feitas entre a base e o negativo ou emissor de Q1 e negativo, se mesmo assim não variar experimente testar o potenciômetro fora do circuito pra ter certeza que ele está bom.

Continue comentando aqui caso o problema não seja resolvido.

Um abraço

Ademir ferreira da roza junior disse...

Ola.
Para aumentar a potência é só acrescentar transistores ou precisa mudar mais alguma coisa no esquema?
Eu queria fazer uma carga para testar alternadores automotivos
Iria precisar drenar uns 100 amperes, por um curto espaço de tempo

Picco disse...

Ademir,

Olá.

Sim, só acrescentar transistores na saída, em teoria vai ter um consumo maior nos 12V que alimenta o coletor e passa pelo emissor de Q1 para alimentar a base dos transistores de saída, mas como vai ser por um curto período de tempo acredito que o TIP41 irá suportar a corrente nesse caso.

Um abraço