quarta-feira, 1 de agosto de 2018

Criada calculadora que faz contas usando apenas luz


Toda a técnica de fabricação consiste em cruzar os dois tipos de nanofios, para que eles possam interagir com a luz, cada um à sua maneira.



Calculadora de luz

As calculadoras digitais foram uma das primeiras "maravilhas da eletrônica" que a miniaturização colocou nas mãos da maior parte das pessoas. Agora, conforme caminhamos da eletrônica para a fotônica - a computação que usa luz em vez de eletricidade -, já podemos contar com as primeiras versões de luz desses dispositivos tão práticos.

A primeira calculadora totalmente óptica - que funciona apenas com luz - acaba de ser fabricada por He Yang e seus colegas da Universidade de Aalto, na Finlândia. Ela ainda não está pronta para ir para as prateleiras, mas a demonstração da fotônica realizando todas as operações lógicas, os blocos básicos de toda a computação, mostra que há de fato um caminho de luz pela frente.

Fotônica com semicondutores

Para construir a calculadora, Yang sintetizou dois tipos de nanofios semicondutores, um de fosfeto de índio (InP) e outro de arseneto de alumínio-gálio (AlGaAs). Os nanofios são tão finos que se comportam como estruturas unidimensionais, funcionando como minúsculas antenas para a luz.

O passo essencial é "pentear" os nanofios depois que eles são sintetizados, o que permite estabelecer os cruzamentos entre eles para permitir que a luz de cada um interfira na luz do outro, a fim de executar os cálculos. "As estruturas unidimensionais e de barra transversal são o núcleo de nossos cálculos porque permitem que a luz de entrada escolha com qual nanofio ela interage - ou com o fosfeto de índio ou com o arseneto de alumínio-gálio," explicou Yang.

Dependendo da entrada - neste caso a direção da luz polarizada linearmente e seu comprimento de onda - os nanofios interagem ou não com a luz. Na prática, isso é semelhante ao funcionamento das antenas usadas nos antigos receptores de rádio: Eles só recebem sinais quando apontam na direção ideal, tipicamente para cima. Como a resposta dos diferentes nanomateriais é diferente, a saída de luz da estrutura de nanofios pode ser chaveada com diferentes comprimentos de onda e direções da luz para a realização das operações lógicas - por enquanto, a calculadora fotônica só faz adição e subtração.


3 comentários:

Oinarc disse...

Muito grato por sua atenção para com a arte da eletrônica

J. Cruz disse...

Parabéns pela iniciativa do blog. Muito útil. Aproveito para informar que não estão ativos para baixar os seguintes links:


SABER ELETRÔNICA 002 004 005 006 007 008 010 011 012 015 025 026 033 034 036 038 041 042 337 386 388 389 392 395 397 398 399 400 404 406 410 411 412 414 415 416 417 419 420 421 423 425 427 430 432 433 434 437 439 441 444 449 473 474 476 477 478 479 480 481 482 483 484 485 486 487 488 489 490 491 492 493 494 495 496 497 498 499 500

SABER ELETRÔNICA FORA DE SÉRIE nº29 e nº30

SABER ELETRÔNICA FORA DE SÉRIE ESPECIAL Nºs 03 06 10 12 13 14 15 16 17 18 19 20

Att. J. Cruz

Picco disse...

Cruz,

As revistas q estão disponíveis são as q tem os links, os outros núm. são para preencher os espaços e facilitar na hora de atualizar.

Um abraço