sábado, 3 de novembro de 2018

Carga ativa para baixa corrente - Atualização no circuito

Estou para montar outra carga ativa com algumas melhorias no circuito, mas antes de terminar eu resolvi testar algumas modificações na minha carga ativa de baixa corrente que já estava montada.

Para quem não conhece o esquema, acesse aqui o artigo original com o esquema e a montagem.

Fiz duas modificações, substituí o transistor driver(Q1) pelo darlington TIP122, assim não necessita de tanta corrente na base para fazer ele excitar o Q2, não é necessário dissipador, mas se alguém quiser usar algum dissipador pequeno é até melhor.

A outra modificação foi a substituição do resistor R1 por um circuito de corrente constante usando o LM317(fig. 1), dessa forma a limitação de corrente não afeta a tensão na base do driver(Q1) fazendo com que a drenagem de corrente pela carga ativa inicie bem antes no ajuste do potenciômetro. É bom ressaltar que o transistor driver pode ser qualquer darlington de potência, consulte o datasheet do transistor para ver qual é a corrente máxima suportada pela base para que possa fazer o cálculo do circuito de corrente constante pouco abaixo da corrente máxima da base, é muito importante seguir os parâmetros do datasheet do transistor usado para não danificá-lo.


Fig. 1


Para finalizar, segue uma foto do circuito com a modificação(Fig. 2), como é possível ver, não foi preciso fazer muitas adaptações pois a pinagem do TIP122 bate com a pinagem do BD135 e o circuito de corrente constante não aquece podendo usar dois fios para a ligação no lugar do resistor.

Fig. 2

Nenhum comentário: