domingo, 19 de agosto de 2012

Postagens

Quero avisar os leitores que estou reduzindo as postagens do blog, desde que criei o blog até julho desse ano eu estava desempregado por isso eu tinha tempo para administrar o blog sem que acumulem erros, mas infelizmente estou ficando com bem pouco tempo para acessar a internet, já informei os leitores que estão contribuindo sobre isso. Falta ainda corrigir o erro das edições da Onda Quadrada.
Coloquei alguns links que achei bem interessante contendo diversas calculadoras on-line, são todos de um site sobre eletrônica, vale a pena dar uma fuçada.

Revista Radiorama [Parte 24]

Segue mais uma parte.

Circuito de grafeno estreia no mundo real


Esquema das portas lógicas de grafeno, postas para funcionar em cascata, compondo circuitos complexos, funcionais a temperatura ambiente.



Lógica do grafeno

O grafeno é a estrela das pesquisas científicas e tem feito mais promessas do que o mais devoto dos fiéis. Isso tem gerado uma expectativa quanto a quando essas promessas começarão a ser cumpridas, ainda que isso possa ser exigir demais de uma substância descoberta há menos de oito anos. Contudo, assim como a concessão do Nobel pela descoberta do grafeno bateu todos os recordes de velocidade, essa transição dos laboratórios para as fábricas está se fazendo mais rapidamente do que seria razoável cobrar. Agora, por exemplo, pesquisadores italianos acabam de criar o primeiro circuito integrado feito unicamente com portas lógicas de grafeno. Ou seja, não se trata mais de apenas um transístor de grafeno, ou mesmo de um circuito básico como fez a IBM há alguns meses.

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Novo tipo de transístor altera estado da matéria



À esquerda o esquema e, à direita, microfotografia do transístor de Mott, capaz de alterar a estrutura completa do material.

Capacidade amplificada

A terceira idade do transístor - ele acaba de completar 65 anos de idade - promete ser qualquer coisa, menos monótona. Logo depois do surgimento do promissor transístor a vácuo, agora acaba de ser inventado um novo tipo de transístor que permite realizar mudanças no estado da matéria usando correntes elétricas. Cientistas do laboratório Riken, no Japão, criaram um componente que usa a acumulação eletrostática de cargas sobre a superfície de um material para desencadear uma alteração do seu estado físico. O material muda completamente, passando de isolante para metálico. E não se trata apenas de uma transição de estados eletrônicos - o material sofre uma mudança em sua estrutura cristalina.