domingo, 20 de dezembro de 2015

Antena de ferrite para Ondas Médias

Depois de muitos experimentos com esse tipo de antena, essa é minha última montagem de antena de ferrite.

Nessa montagem eu usei um tubo de pvc de 32mm, é um tubo um pouco mais grosso do que o comum de 3/4 sendo que seu diâmetro interno tem 1 polegada.

Decidi fazer essa antena depois de montar uma versão menor com esse mesmo tubo, a vantagem de usar essa medida de tubo é que o capacitor variável cabe dentro do tubo sem ter que fazer adaptações ou cortes no tubo como fiz nessa outra antena.

Eu usei barras de ferrite que tinha por aqui e completei os espaços com ferrite em pó, todos os ferrites usados são para OM e não são ferrites de yoke de TV como fiz algumas experiências anteriores.

Abaixo a imagem dos ferrites dentro do tubo ainda sem adicionar o ferrite em pó.




O tubo tem um comprimento de 40 cm e foram necessários diversas barras de ferrite para preencher o comprimento total do tubo. Eu usei fio Litz para fazer a bobina e como não tinha um pedaço suficiente para a bobina toda eu fiz duas bobinas e liguei em série. A primeira bobina ficou com 15 espiras e a segunda com 25 espiras. O início da primeira bobina está a 16,5 cm de distância do lado oposto ao variável e a segunda bobina eu confeccionei com as espiras mais espaçadas para atingir o valor necessário para cobrir a faixa toda de OM, abaixo a foto das bobinas.




Para enrolar a segunda bobina com o espaçamento igual entre as espiras eu usei dois fios em paralelo e ao final, um deles foi retirado. O capacitor variável que usei foi retirado de uma sucata de rádio AM que foi conectado as secções em paralelo, também ajustei os trimmers dele para que o início do valor fique em torno de 1pF.
A faixa de atuação da antena ficou entre 460kHz a 1710kHz. Abaixo a foto mostrando a antena finalizada e comparando com o outra antena que eu já usava.




Usei um espaguete termo retrátil para dar o acabamento no tubo e proteger a bobina. Todo material usado(com exceção do espaguete termo retrátil) foi comprado no ferro velho e o custo da antena não passou dos R$15,00.

Conclusão

O ganho da antena praticamente dobrou em relação a antena de 1 polegada vista na imagem acima, mas em relação a minha loop de quadro de 50 cm ficou bem abaixo.
Para viagens onde não há possibilidade de levar antenas de grandes volumes é o ideal e pode proporcionar um bom divertimento se usada com um bom receptor, mas para prática do DX de longa distância o ganho ainda é muito baixo, para isso é melhor dar preferências para antenas loop de quadro com pelo menos 1 metro.

É possível fazer antenas de ferrite com mais ganho aumentando o diâmetro do tubo, mas não compensa porque se for adquirir material novo como as barras de ferrites por ex., o preço que se gasta pode ser usado para montar grandes antenas de quadro feitas de pvc e que sejam portáteis como nesse vídeo que foi onde me baseei para construir minha loop de quadro de 1 metro de pvc que pretendo fazer um post só para falar dela futuramente.
Para fazer minhas escutas eu usei a antena de ferrite de 1 polegada e quando tinha alguma emissora com sinal muito baixo eu usava minha loop de quadro de 50 cm para identificar a emissora, já com essa nova antena muitas das emissoras que chegavam fraca eu consegui identificar pois o sinal no receptor chega mais forte.

Abaixo um vídeo que acabei de fazer para adicionar nesse post.



2 comentários:

Carpinteiro disse...

Olá Picco.

È só para lhe desejar boas festas!

Raúl Eusébio.

Luiz Daniel Picco disse...

Olá Raúl,

Obrigado, um feliz natal e um próspero ano novo pra você e para toda sua família.

Um abraço